Trocando em Miúdo: Entendendo como a taxa Selic tem impacto no bolso do cidadão 2

05:26 Economia, Programetes 20/09/2017 - 01h51 Brasília Embed

Apresentação Eduardo Mamcasz

Olá, prezada pessoa ouvinte cidadã.

 

A cada 45 dias o Copom decide se aumenta ou diminui a  Selic. Entendeu? Assim, nem eu. E se eu disser que a taxa básica de juros, a Selic, ela mexe aí no seu bolso e até no rendimento de sua caderneta de poupança? Então, vamos nessa.


Professor de Economia do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais, Ibmec de Minas Geais, Felipe Leroy. Começando pelo básico. Que diacho é esse tal de Sistema Especial de Liquidação e de Custódia, mais conhecido por taxa Selic?

 

Vamos lá, professor, para não ficar dúvida no ouvido do nosso ouvinte. Eu tenho dinheiro investido. Empresto dinheiro para o governo e para o banco. Quer dizer então que com a Selic caindo, como está, meu rendimento cai também?

 

De qualquer forma, professor Felipe Leroy, quando o Comitê de Política Monetária (Copom) reduz a taxa Selic, isso pode, de repente, ser uma coisa boa, positiva para a economia ou não?

 

É, mas a gente tem que aceitar uma coisa. Com a taxa Selic menor, os gastos do governo diminuem, certo? Como assim? É que o governo paga os juros da dívida pública trilionária com base na taxa Selic.

 

Então, professor, uma perguntinha que todo mundo faz. Se a taxa Selic está em 8,25% ao ano, por que, então, eu pago juros acima de 400% no caso dos cheques parcelados?

 

Só por isso ou tem outra desculpa para os bancos com taxas de juros tão altas?

 

Obrigado pela aula de graça, professor de economia do Ibmec de Minas Gerais, Felipe Leroy. E quem tiver alguma dúvida ou ideia mande para a gente: emconta@ebc.com.br

 

Então, tá. Inté e axé.

 

 

Trocando em Miúdo: Quadro do programa "Em Conta", da Rádio Nacional da Amazônia. Aborda temas relacionados a economia e finanças, traduzidos para o cotidiano do cidadão. É distribuído em formato de programete, de segunda a sexta-feira, pela Radioagência Nacional. Acesse aqui as edições anteriores.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique