Censo do Setor Agropecuário vai detalhar uso de agrotóxicos entre outros temas

02:36 Economia, Notícias 02/10/2017 - 19h47 Rio de Janeiro Embed

Fabiana Sampaio

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) iniciou nesta segunda-feira, o Censo Agropecuário de 2017, o décimo a ser realizado pelo instituto, que vai coletar  informações detalhadas sobre uma das principais atividades da economia do país.


Ao longo de cinco meses, quase 19 mil recenseadores vão visitar mais de 5 milhões de estabelecimentos agropecuários em todo o país, levantando informações sobre a área, a produção, as características do pessoal ocupado, o emprego de irrigação, o uso de agrotóxicos, entre outros temas.


O presidente do IBGE, Roberto Olinto, participou do lançamento do Censo Agro na sede do Instituto no Rio de Janeiro e destacou a importância do levantamento detalhado do setor.


Presente na solenidade de lançamento, o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, também ressaltou o papel do agronegócio na economia brasileira e que as informações do Censo são fundamentais para o desenvolvimento da atividade.


De acordo com o instituto, a coleta de dados será inteiramente digital e as operações serão monitoradas via internet.


O Censo Agro também vai servir de base para uma nova pesquisa anual do IBGE: a Pesquisa Nacional por Amostra de Estabelecimentos Agropecuários.


Os resultados do Censo Agro 2017 devem começar a ser divulgados em meados de 2018 e nesta décima edição, será investigado mais uma vez também o importante papel da agricultura familiar na produção agropecuária do país.


Para a realização do Censo Agropecuário de 2017, o IBGE realizou dois processos seletivos simplificados para a contratação de mais de 26 mil funcionários temporários. O treinamento dos recenseadores foi descentralizado e terminou na última semana.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique