Trocando em Miúdo: Analistas locais, FMI e Banco Mundial estimam melhora gradual do PIB brasileiro

03:24 Economia, Programetes 18/10/2017 - 02h01 Brasília Embed

Apresentação Eduardo Mamcasz

Olá, prezada pessoa ouvinte cidadã

 

Produto Interno Bruto. PIB. Depois de dois anos de recessão com crescimento negativo, mais de 3% abaixo de zero, finalmente, a economia brasileira começa a reagir. A dúvida, agora, é somente de quanto será o PIB, ou o nosso crescimento, neste ano e no ano que vem. Vamos nessa.

 

Para este ano, prevê-se uma reação, mas ainda abaixo de 1%. O Fundo Monetário (FMI) aumentou a perspectiva de 0,3% para 0,7%. E o Banco Mundial também prevê que será 7%. Os analistas ouvidos pelo Banco Central também revisaram suas projeções de 0,70% para 0,72% . Já as previsões para o próximo ano são de crescimento um pouco maior, acima de 2%.

 

Ouça o programa de hoje para saber as diferenças de projeções para o PIB do Brasil, que, por sinal, mesmo crescendo, continua abaixo dos outros países vizinhos. Abaixo do PIB da gente, mesmo com a nossa melhora, só Venezuela, Suriname e Equador.

 

Pois saiba, então, o que acham do nosso PIB o FMI, o Banco Mundial, os analistas de mercado, o presidente do Banco Central e o ministro da Fazenda.

 

Então, tá. Inté e axé.

 

 

Trocando em Miúdo: Quadro do programa "Em Conta", da Rádio Nacional da Amazônia. Aborda temas relacionados a economia e finanças, traduzidos para o cotidiano do cidadão. É distribuído em formato de programete, de segunda a sexta-feira, pela Radioagência Nacional. Acesse aqui as edições anteriores.