Trocando em Miúdo: Dia da Criança é momento de compartilhar brinquedos e afeto

04:56 Economia, Programetes 12/10/2017 - 07h03 Brasília Embed

Apresentação de Eduardo Mamcaz

Olá prezada criança ouvinte cidadã.

 

Neste Dia das Crianças proponho uma campanha que, com certeza, assim de estalo, vai provocar uma reação negativa por parte das crianças e até dos adultos que nos acompanham nestes últimos dez anos que estão chegando.

 

Então, vamos nessa, não saia daí não.

 

Primeiro, as justificativas. Tem muitos pais e mães e tias e avós bastante endividados, inadimplentes, desempregados e até em dificuldades para cuidar da família, infelizmente.

 

 Nestes casos, o melhor é dar um abraço nas crianças e explicar bem direito a situação. Já serve de lição de vida. E de esperança de que no ano que vem as coisas vão estar melhor.

 

Mesmo com algum dinheiro, não se esqueçam das festas de fim de ano e das despesas do começo do ano que vem, tipo material escolar e tal.

 

Primeira explicação para não dar presentes neste Dia das Crianças, certo?

 

Agora, vamos para outras explicações em cima dos presentes que as crianças costumam sempre receber nesta data.

 

Atenção senhores pais, mães, tias, avós. Tem brinquedo que pode fazer mal à criança e até provocar coisas mais graves.

 

Tipo peças pontudas ou pequenas, que podem ser engolidas, e até brinquedo impróprio para a idade.

 

Primeiro isso, Maria Inês Dolci, vice-presidente da Proteste – Associação de Consumidores. Se der brinquedo, muita atenção!

 

Agora sim, criançada. Mais uma explicação para que você não receba brinquedo de presente neste seu Dia.

 

Qualé, tio? É sim. Preste atenção.

 

No lugar de você aí, criança, hoje receber um brinquedo de presente por que não, você mesmo, dar um presente, por exemplo, para uma criança necessitada internada num orfanato?

 

Está me seguindo?

 

Peque aí os seus melhores brinquedos, em bom estado, aqueles de que você mais gosta.

 

Chame o seu pai, a sua mãe, o seui tio, a sua avó, e vá entregar, você mesmo, o seu presente neste Dia das Crianças.

 

Estou certo, Maria Inês Dolci?

 

Então, tá.


Estou bem contigo, criança?

 

Inté e axé.