Trocando em Miúdo: Dívidas atrasadas já podem ser negociadas online e fora do horário comercial

04:46 Economia, Programetes 15/12/2017 - 02h30 Brasília Embed

Apresentação Eduardo Mamcasz

Olá prezada pessoa ouvinte cidadã.

 

Fechando a prosa de ontem sobre o Perfil do Pagador Brasileiro, que usa online para renegociar as dívidas atrasadas. A gente falou da diferença entre jovens, crianças e adultos na hora de resolver pagamento de dívida e, principalmente, na facilidade, ou não, do uso dessas plataformas digitais de cobrança. Vamos nessa.

 

A prosa continua com o CEO, chefe, da Acordo Online, uma empresa de plataforma digital, Marcelo Bergasse. É um sistema em que a empresa cobradora oferece o serviço online para que o pagador, endividado, chegue a uma conclusão e aceite a forma de pagamento, mesmo que parcelado e com desconto. Primeiro, a vantagem maior, que é o fato da pessoa devedora poder conversar de noite, no fim de semana, em casa, e, principalmente, longe dos ouvidos dos colegas de trabalho.

 

Sonora: “Essa forma de cobrança ela é muito invasiva. Só que, pelo meio digital, a partir do momento que você disponibiliza um canal para o pagador, ele faz isso na hora que quer, na hora que se sentir preparado para pensar e focar no pagamento. Isso tem gerado uma taxa de conversão um pouco maior que a forma tradicional de cobrança.”

 

Além de poder escolher a hora, se é de noite ou fim de semana….

 

Sonora: “Exatamente. O nosso maior movimento é justo esse, de noite ou no fim de semana, que a pessoa separa para resolver essas coisas.”

 

Quando começou esta onde de tudo digital, online, na plataforma da internet, sem telefone e muito menos presencial, o pessoal pagador reclamou que estava faltando o seguinte.  O robô oferece pagar em três vezes. Acontece que eu só posso se for para pagar em quatro vezes. Marcelo Bergasse, da Acordo Online. Isto mudou?

 

Sonora: “Parcelado a gente sabe que o credor te oferece as opções que ele gostaria de receber, mas nem sempre é a condição que o pagador tem condição. Então, ele pode sugerir ao credor uma outra forma. Através do nosso site, ele consegue devolver uma contraproposta. E aí, sim, o credor entra em contato pra finalizar a negociação. Mas o sistema faz esse meio de campo.”

 

Bom. Continuando. Gostei da ideia. Então, quer dizer que se eu tiver uma dívida atrasada e eu quero pagar, resolver o assunto, é só entrar nesta página do acordo online e resolver ou não é bem assim, Marcelo Bergasse?

 

Sonora: “Não adianta entrar no nosso portal e digitar o CPF porque pode não existir dívida em nosso sistema no nome da pessoa. Então, é melhor esperar uma ligação sugerindo a negociação, daí ele entra no site e começa a negociação.”

 

De qualquer forma, depois de avisado pela turma da cobrança, o devedor interessado em passar a pagador, ele simplesmente entra na página da internet, ou site, através do link, está me acompanhando? Isso em qualquer smartphone, computador, em qualquer resolução, mas tem que ter internet, mesmo que Wi-Fi. Com o seu CPF, o aplicativo localiza logo a sua dívida e passa, então, para a fase de negociação: quantas vezes, valor da parcela, descontos de juros futuros até chegar, finalmente, ao boleto para pagamento. Depois, a empresa repassa para o Serasa limpar o seu nome.

 

Então tá. Inté e axé.

 

 

Trocando em Miúdo: Quadro do programa "Em Conta", da Rádio Nacional da Amazônia. Aborda temas relacionados a economia e finanças, traduzidos para o cotidiano do cidadão. É distribuído em formato de programete, de segunda a sexta-feira, pela Radioagência Nacional. Acesse aqui as edições anteriores.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique