Percentual de famílias endividadas aumentou em 2017 após três anos de quedas

01:44 Economia, Notícias 15/01/2018 - 17h04 Rio de Janeiro Embed

Joana Moscatelli

A média anual do percentual de famílias endividadas aumentou 0,6%, alcançando a média de 60,8%, após três anos consecutivos de queda.

 

Os dados foram divulgados hoje, pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo.

 

Segundo dados da Confederação, os indicadores de inadimplência também apresentaram alta no período.


A parcela de famílias com contas ou dívidas em atraso aumentou 1,2 ponto percentual em comparação a 2016, alcançando 25,4% na média anual.


Já o percentual de famílias que declararam não ter condições de pagar suas contas em atraso aumentou 1,1 ponto percentual diante 2016, chegando a 10,2% na média de 2017.

 

O patamar mais elevado desse indicador foi registrado no mês de setembro, quando atingiu 10,9% das famílias. Como em anos anteriores, o cartão de crédito foi o tipo de dívida mais frequente no ano passado, sendo citado por 76,7% das famílias brasileiras.


A CNC ressalta, porém, que pela primeira vez desde o início da pesquisa, em 2010, houve redução no percentual de famílias que aponta essa modalidade como o principal compromisso.


O estudo da CNC foi elaborado com base na Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic Nacional), apurada mensalmente pela CNC desde janeiro de 2010. Os dados são coletados em todas as capitais dos Estados e no Distrito Federal, com cerca de 18 mil consumidores.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique