Meirelles admite remanejar orçamento para cobrir gastos com a intervenção no Rio

01:11 Economia, Notícias 19/02/2018 - 16h35 Brasília Embed

Lucas Pordeus Leon

Outras áreas do governo federal poderão sofrer cortes, caso o orçamento do ministério da Defesa para 2018 não seja suficiente para cobrir a intervenção no Rio de Janeiro .


O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que o orçamento para este ano já está no limite do teto de gastos.


Para remanejar recursos entre áreas é necessária a aprovação do Congresso Nacional. O presidente do Senado, Eunício Oliveira, esteve reunido com Michel Temer o os comandantes da Marinha, Exército e Aeronáutica nessa segunda-feira e ressaltou que o complemento orçamentário será prioridade.

 

Sobre a quantia a ser empregada na intervenção, o ministro da defesa, Raul Jungmann, explicou que ela será definida após o interventor, general Braga Neto, traçar o planejamento das ações no Rio de Janeiro.


 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique