Trocando em Miúdo: Mulher enfrenta no mercado salário menor, dupla jornada e um tal teto de vidro

06:02 Economia, Programetes 28/02/2018 - 01h57 Brasília Embed

Apresentação Eduardo Mamcasz

Eu já fui. Falei aqui. Me despedi. Tudo no certo. Mas atendendo apedidos, até o fim do mês, a gente repete aqui os melhores Trocando em Miúdo, no meu entender, desses últimos 10 anos em que tivemos esse contato próximo, pelo menos um contato econômico. Vamos lá!

 

E a prosa que trazemos nesta edição tem a ver com a Semana da Mulher. Vamos falar de um tal de "teto de vidro", que ameaça, na calada, a vida da mulher no ambiente de trabalho, chamado de corporativo, onde ela enfrenta, entre outros problemas, o salário menor, na média, do que o dos homens.


Pois vamos direto à palavra de mulher. Cristina Goldschmidt. Você é especialista em questões de gênero e de diversidade. Dona da empresa Consulting CG, acaba de escrever justamente sobre esta ameaça velada que a mulher enfrenta, o chamado teto de vidro. Vamos ouvi-la pra saber que bicho é esse! Ela fala também sobre a questão das diferenças salariais entre homens e mulheres e da dupla jornada.

 

 

 

Trocando em Miúdo: Quadro do programa "Em Conta", da Rádio Nacional da Amazônia. Aborda temas relacionados a economia e finanças, traduzidos para o cotidiano do cidadão. É distribuído em formato de programete, de segunda a sexta-feira, pela Radioagência Nacional. Acesse aqui as edições anteriores.

 

* Este programa é uma reprise de 07/03/17 e foi a última edição publicada pela Radioagência Nacional com o apresentador Eduardo Mamcasz.