Agência reguladora anuncia medidas para conter alta nos preços de combustíveis

01:23 Economia, Notícias 24/05/2018 - 20h26 Brasília Embed

Juliana Russomano

A greve dos caminhoneiros já dura quatro dias e em muitos postos do país os combustíveis acabaram e alguns dos que ainda tem estão cobrando preços considerados abusivos. A ANP, Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e biocombustíveis, anunciou nesta quinta-feira medidas para garantir o abastecimento e evitar alta nos preços.

 

Entre as medidas está a liberação da vinculação de marca para vendas de distribuidoras de combustíveis líquidos, combustíveis de aviação e GLP. Segundo a agência reguladora, mais da metade das vendas ocorrem por meio de postos vinculados a marcas específicas de distribuidores. Essa vinculação impede que distribuidores de uma marca comercializem com postos de outra. A flexibilização do modelo oferece alternativa de suprimento por distribuidores cujas bases não tenham sido afetadas pelos bloqueios.

 

A agência também vai flexibilizar a obrigatoriedade das misturas de biodiesel no diesel A e de etanol anidro da mistura na gasolina.

 

Outra medida anunciada é a suspensão das resoluções da agência que exigem estoque mínimo de combustíveis nos postos, de querosene para a aviação e de gás de botijão.

 

Essas e outras medidas entram em vigor a partir desta sexta-feira, após publicação no Diário Oficial.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique