Maioria dos brasileiros não se planeja para aposentadoria

02:43 Economia, Notícias 01/05/2018 - 11h47 Brasília Embed

Graziele Bezerra

Todo mundo espera que ela chegue, mas pouca gente se planeja para recebê-la: a aposentadoria. Uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) mostra que oito em cada 10 brasileiros não se preparam para este momento.


O Marco Aurélio, por exemplo, morador de Brasília, tem 38 anos, diz que está cheio de saúde e não precisa se preocupar em juntar dinheiro, pelo menos por enquanto.


“Vamos deixar ver aí para ver o que dá. Ainda estou com saúde, bem disposto. Com o FGTS acredito que seja suficiente.”


Mas a professora Diana Vaz, do Departamento de Ciências Contábeis da Universidade de Brasília, diz que confiar apenas no FGTS é pouco para ter uma aposentadoria tranquila.


“O governo está mostrando que a capacidade de socorrer essas pessoas em idade mais avançada já está comprometida nos dias de hoje. Então, imagina esse jovem, hoje com 20, 30, 40 anos [de idade] que daqui há 20 anos, 30 anos vai se aposentar, como estaria a situação das contas públicas?”.


Orçamento apertado é a principal justificativa para não se preparar para a aposentadoria, segundo a pesquisa. É o caso do Antônio Farias, de 49 anos que ganha um salário mínimo por mês.


“Condição [eu] não tenho. Só ganho um salário mínimo. Só dá para o dia a dia. Infelizmente, nosso país não permite que a gente consiga juntar, guardar alguma coisa.”


Mas a professora Diana Vaz diz que é possível juntar algum troquinho, começando cedo, para fazer um pé-de-meia mais folgado.


Pela pesquisa, cerca de 104 milhões de adultos acima de 18 anos não se preparam para a aposentadoria. E quem já está de olho no descanso procura fazer essa reserva na poupança, com o INSS pago pela própria empresa ou com o INSS pago por conta própria.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique