Jungman admite que distribuição dos recursos das loterias pode ser revista

02:04 Economia, Notícias 14/06/2018 - 15h34 Brasília Embed

Danyele Soares

O governo estuda rever a distribuição dos recursos das loterias esportivas. Segundo o ministro da Segurança Pública, Raul Jungman, uma das propostas em análise trata da redução do prêmio para realocar o montante dividido. A medida começou a ser discutida após críticas dos ministros da Cultura, Sérgio Sá Leitão, e do Esporte, Leandro Cruz, sobre a medida provisória que destina recursos das loterias para o Sistema Único de Segurança Pública.

 

Segundo Jungmann, atualmente os valores são arrecadados de acordo com as apostas. E após sorteio, o prêmio é dividido em três partes: uma é destinada ao próprio vencedor, a outra serve para cobrir os custos da Caixa Econômica Federal e a última é partilhada entre outros órgãos do governo. A princípio, a medida provisória previa um aumento do percentual pago ao sorteado, mas agora a elevação deve ser menor, como explica o ministro.

 

Após a edição da medida provisória, esta semana, os ministros da Cultura e do Esporte criticaram o texto. Afirmaram que o investimento em segurança não pode ser em prejuízo a aplicações em cultura e esporte. Segundo Sérgio Sá Leitão, a nova regra reduz a participação do Fundo Nacional de Cultura na receita das loterias. Atualmente, a participação do fundo é de 3%. Mas, com a medida, o percentual pode cair para até 0,5% no ano que vem de acordo com o ministro.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique