Alimentos ficaram mais baratos na última semana de julho em sete capitais

01:32 Economia, Notícias 02/08/2018 - 11h39 Rio de Janeiro Embed

Raquel Júnia

A última semana de julho teve preços mais baixos em sete capitais pesquisadas no Índice de Preços ao Consumidor Semanal, o IPC-S, divulgado nesta quinta-feira (2) pela Fundação Getúlio Vargas. A variação foi de 0,17%, 0,21 ponto percentual abaixo da taxa divulgada na apuração anterior, na terceira semana de julho. A capital com maior redução dos preços foi Brasília. E a queda menos acentuada foi registrada em São Paulo.

 

Em todas as capitais as principais influências para a queda geral de preços foram alguns alimentos como a cebola, o tomate, a batata-inglesa, além dos combustíveis etanol e da gasolina. Considerando os grupos de despesa, alimentação, transportes, educação, leitura e recreação foram os que mais influenciaram no geral.

 

As principais influências positivas, ou seja, os itens que em alguns casos mesmo mais baratos do que na terceira semana de julho, mantiveram um preço alto e pesaram no bolso dos consumidores, foram a tarifa de eletricidade residencial, o leite longa vida, o condomínio residencial, os planos e seguros de saúde, o gás de botijão e o pão francês.

 

Em Salvador, a gasolina e o etanol também estão entre as despesas mais pesadas. E no Rio de Janeiro, o destaque também é para a tarifa de ônibus urbano.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique