Alta do dólar é comum em períodos eleitorais, dizem especialistas

02:20 Economia, Notícias 22/08/2018 - 19h37 Brasília Embed

Samanta do Carmo

O valor do dólar em relação à moeda brasileira atingiu nesta semana as maiores cotações desde fevereiro de 2016, ultrapassando R$ 4,05. Especialistas comentam que a especulação é comum durante períodos eleitorais. Para William Baghdassariam, professor de Finanças do IBMEC, a variação é temporária e a economia brasileira não está em risco.

 

Willian menciona que em novembro, quando o nome do presidente estiver definido, o dólar deve recuar, porque nenhum dos candidatos têm propostas que mudam amplamente as bases da economia.

Leia mais

 

Já para o professor de Finanças Públicas Roberto Piscitelli, a incerteza vai continuar após o pleito, porque, segundo ele, o debate econômico entre os candidatos está esvaziado e poucos dizem como vão implantar as políticas. Piscitelli comenta que apesar da especulação, o aumento do dólar é bom para os exportadores.

 

Os dois professores orientam que as pessoas não devem se arriscar e tentar lucrar com a variação da moeda. Segundo eles, o risco é alto, indicado apenas para profissionais do mercado financeiro que podem acompanhar em tempo real como as declarações dos candidatos e a divulgação das pesquisas de intenção de voto afetam o sentimento e as previsões do mercado nacional e internacional.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique