Índices sobre mercado de trabalho apresentaram piora de agosto para setembro, diz FGV

01:21 Economia, Notícias 09/10/2018 - 18h49 Rio de Janeiro Embed

Tâmara Freire

Os dois índices sobre mercado de trabalho da Fundação Getúlio Vargas (FGV) apresentaram piora na passagem de agosto para setembro


Em primeiro lugar, o Indicador Antecedente de Emprego recuou 3,3 pontos  atingiu 91 pontos em uma escala de 0 a 200,  o menor nível desde dezembro de 2016 .


A medição busca antecipar tendências do mercado para os próximos meses, com base em entrevistas com consumidores e com empresas da indústria e dos serviços.


De acordo com os analistas da FGV, a queda reflete uma incerteza dos empresários e dos consumidores em relação ao crescimento da atividade econômica futura no país.

 

Já o Indicador Coincidente de Desemprego, aumentou 1,3 ponto no mês passado chegando a 97,3 pontos, o maior nível desde dezembro de 2017. Mas neste caso, quanto maior a pontuação, pior é o resultado, apesar da escala também variar de 0 a 200 pontos


De acordo com a FGV,  o indicador  mostra a percepção dos consumidores sobre a taxa de desemprego atual e sinaliza que os trabalhadores têm enfrentado dificuldade no mercado de trabalho, apesar da lenta redução da taxa de desemprego