Parcela de famílias com dívidas em novembro ficou em 60,3%, diz CNC

01:36 Economia, Notícias 05/12/2018 - 14h54 Brasília Embed

Lígia Souto

O percentual de famílias endividadas e inadimplentes recuou em novembro deste ano, em relação ao mês anterior e a novembro do ano passado.

 

De acordo com a pesquisa divulgada nesta quarta-feira pela CNC, Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a parcela de famílias com dívidas em novembro ficou em 60,3%, abaixo das taxas de outubro, que foi de 60,7% e novembro do ano passado, que registrou 62,2%.


O percentual de famílias inadimplentes, ou seja, que têm dívidas ou contas em atraso, ficou em 22,9% em novembro, taxa inferior aos 23,5% de outubro e aos 25,8% de novembro de 2017.


As famílias que não terão condições de pagar suas dívidas somam 9,5% do total em novembro, abaixo dos 9,9% de outubro e dos 10,1% de novembro do ano passado, segundo a CNC.

 

O cartão de crédito foi apontado o principal tipo de dívida, afetando 77,4% das famílias endividadas, seguido por carnês (14,8%) e por financiamento de carro (10,2%).

 

Entre as famílias com contas ou dívidas em atraso, o tempo médio de atraso foi de 64,6 dias. O tempo médio de comprometimento com dívidas entre as famílias endividadas foi de 6,9 meses.

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.