Prato tradicional na Páscoa, bacalhoada deve ficar mais cara; confira alternativas

02:52 Economia, Notícias 17/04/2019 - 12h06 São Paulo Embed

Eliane Gonçalves

A Páscoa vai custar caro ao consumidor brasileiro. Ingredientes comuns nos preparativos da festa puxaram a inflação no último ano.

 

A professora Cristiana Poloni tem a receita do almoço de páscoa na ponta da língua.

 

Mas há pouco mais de uma semana para a festa, ela ainda não foi atrás dos ingredientes.

 

Cristiana pode levar um susto. Segundo a Fecomércio, a Federação do Comércio de Bens e Serviços de São Paulo, o consumidor vai ter que pagar mais caro com os preparativos para Páscoa, neste ano.

 

A inflação acumulada nos últimos 12 meses, medida pelo Indice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA-15, foi de 4,18%.

 

E os itens usados no preparo da bacalhoada puxaram a alta.

 

O preço da batata inglesa quase dobrou. Um reajuste de 73%. Uma alta puxada pelo clima chuvoso do primeiro trimestre que prejudicou a safra.

 

O pimentão subiu 32% e a cebola, 21%. O brócolis, que costuma enfeitar o arroz nesse período subiu 14%.

 

Já os pescados tiveram um aumento que ficou bem abaixo da inflação: 1,34%. Mas o detalhe é que isso só vale para os peixes nacionais e não para o bacalhau, que é importado, como explica Julia Ximenes, assessora econômica da Fecomércio.

 

Na última semana de março, o dólar chegou a passar a barreira dos R$ 4.

 

A sugestão de Julia é tentar substituir o bacalhau por pescados nacionais como o pirarucu, o badejo ou a merluza.

 

O atendente Francisco Cadacio já percebeu que o preço da iguaria não está amigável.

 

Mas apesar do conselho, ele está disposto a colocar a mão no bolso para manter a tradição da celebração religiosa.

 

Segundo o levantamento, os chocolates também estão mais caros, mas nesse caso a alta ficou abaixo da inflação, 2,4%. Mas o consumidor também deve ficar atento: o preço dos ovos de Páscoa superam o preço do quilo do chocolate em barra e podem sofrer variações, até o feriado.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique