Intenção de Consumo das Famílias cai 1,7% em maio, segundo CNC

01:39 Economia, Notícias 23/05/2019 - 13h09 Brasília Embed

Raquel Júnia

A Intenção de Consumo das Famílias caiu pelo terceiro mês consecutivo. 

 

A queda registrada em maio em relação ao mês de abril foi de1,7%. O índice atingiu 94,6 pontos.

 

A retração acumulada nos últimos três meses já é de 4%, embora tenha havido aumento de 8,6% em relação a maio do ano passado. 

 

O índice foi divulgado, nesta quinta-feira (23), pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

 

De acordo com a confederação, a queda é explicada pela falta de confiança das famílias na recuperação do mercado de trabalho e da economia.

 

Embora o primeiro bimestre tenha refletido melhores expectativas, a CNC destaca que, como o desemprego tem crescido, e, além disso, inflação e juros continuam altos, essa expectativa não se confirmou. 

 

Entre os componentes do índice que mais contribuíram para o resultado negativo estão exatamente a perspectiva profissional, que registrou menos 3% e o momento para duráveis, com resultado negativo em 2,7%.

 

O único componente positivo foi o nível de consumo atual, com crescimento de 0,4%.


Na análise sobre as regiões, apenas no Centro-Oeste, as famílias se mostraram dispostas a ampliar o consumo, com uma leve alta em relação a abril, de 0,1%.

 

A maior queda foi registrada na região Sudeste, com desempenho negativo de mais de 3%. 

 

Também em relação às faixas de renda, a disposição de consumo caiu em todos os segmentos. 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique