Inflação da terceira idade recua no segundo trimestre deste ano, aponta FGV

01:56 Economia, Notícias 11/07/2019 - 12h05 Rio de Janeiro Embed

Cristiane Ribeiro

O Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade IIPC-3i), que mede a variação da cesta de consumo de famílias compostas por pessoas com mais de 60 anos de idade, registrou inflação de 0,97% no segundo trimestre de 2019. 

 

A taxa é menor do que a registrada no primeiro trimestre do ano, quando ficou em 1,49%.

 

Com esse resultado, divulgado nesta quinta-feira (11) pela Fundação Getúlio Vargas,  o IPC 3i acumula em 12 meses alta de 4,00%, acima da taxa acumulada de 3,73% no mesmo período pelo IPC- Brasil, que mede a inflação para todas as faixas etárias.

 

Quatro das oito classes de despesa componentes do índice registraram recuo em suas taxas de variação.

 

A principal contribuição partiu do grupo Alimentação, cuja taxa passou de 3,49% para 0,02%.

 

Segundo a FGV, a queda nos preços das frutas foi o que mais influenciou na taxa.

 

Também contribuíram para a queda da inflação da terceira idade na passagem do primeiro para o segundo trimestre deste ano os grupos, Habitação, cuja taxa passou de 1,46% para 0,79%, Comunicação, de 0,17% para 0,13%, e Despesas Diversas, de 0,69% para 0,68%.

 

Em contrapartida, tiveram alta na taxa na mesma base de comparação os grupos Saúde e Cuidados Pessoais, de 1,28% para 2,05%; Transportes, de 0,14% para 0,77%; Vestuário, de -0,32% para 2,09%; e Educação, Leitura e Recreação, de 1,09% para 1,90%.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique