Balança comercial fecha julho com superávit de US$ 2,3 bilhões

01:55 Economia, Notícias 02/08/2019 - 07h01 Brasília Embed

Kariane Costa

A balança comercial brasileira fechou o mês de julho com superávit de 2 bilhões e 290 milhões de dólares. O resultado é cerca de 40% menor que o registrado no mesmo  período do ano passado. Em relação a junho de 2019,  houve queda de 54%.

 

O saldo da balança comercial é a diferença entre as exportações e importações brasileiras.

 

Os dados foram divulgados nessa quinta-feira (1º) pelo Ministério da Economia.
.

As exportações somaram pouco mais de  20 bilhões de dólares em julho, enquanto as importações custaram 17 bilhões e 700 milhões de doláres.

 

De acordo com o subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior, Herlon Brandão, a queda nas exportações é explicada principalmente pela redução nas vendas de petróleo, reflexo da desaceleração da economia global.

 

Todas as categorias de produtos registraram queda nas exportações, com destaque para as vendas de turbinas de aviação, veículos de carga e autopeças

 

As  exportações de semimanufaturados também caíram, especialmente de óleo de soja bruto, ferro e aço.

 

A maior retração foi registrada nos produtos básicos. Além do petróleo e da soja, lideraram o recuo o minério de cobre, a carne de frango e a carne bovina.

 

A expectativa mais recente do Ministério da Economia é que a balança comercial feche 2019 com saldo positivo de US$ 56 bilhões. O Banco Central espera US$ 46 bilhões.
 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique