Crise na Argentina derruba previsão de crescimento de montadoras no Brasil

01:57 Economia, Notícias 07/10/2019 - 17h43 Brasília Embed

Eliane Gonçalves

A Anfavea, Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores, reduziu a estimativa de crescimento da produção de veículos para 2019.

 

No começo do ano a previsão era de que o setor cresceria 9% em relação ao ano passado. Nessa segunda-feira, a Anfavea anunciou que a expansão deve ficar na casa dos 2%.

 

Isso, porque houve queda de 33% nos número de veículos exportados. Enquanto em 2018 foram vendidos para o exterior quase 630 mil veículos, as exportações desse ano devem ficar na casa das 420 mil unidades.

 

Segundo o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes, a crise econômica na Argentina explica a redução.

 

Moraes disse que o Brasil tem conseguido abrir outros mercados, como Colômbia, México e Peru, mas as vendas para esses países não conseguem compensar as perdas com o mercado argentino.

 

Em janeiro, a expectativa das montadoras era fabricar mais de três milhões e 100 mil veículos. Com a queda, esse número deve ficar na casa dos dois milhões e 900 mil. Ainda assim, o número é maior que a produção do ano passado, que não chegou a dois milhões e 600 mil unidades.

 

Questionado sobre a possibilidade de abertura de novas vagas de trabalho no setor, o presidente da Anfavea disse que não existe previsão de crescimento nas contratações de mão de obra.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique