Projeto de mineração é leiloado para exploração privada

01:49 Economia, Notícias 21/10/2019 - 19h21 Rio de Janeiro Embed

Tâmara Freire

O Serviço Geológico do Brasil licitou nesta segunda-feira o primeiro projeto de mineração incluído no programa de parceria de investimento do governo federal.

 

Foram oferecidos para a iniciativa privada os direitos de exploração do Complexo Polimetálico de Palmeirópolis, no estado do Tocantins. A área de cerca de seis mil hectares possui jazidas de zinco, cobre, chumbo e ouro em quantidade suficiente para a exploração econômica.

 

Além do bônus de assinatura de R$15 milhões pagos ao governo, a expectativa é de que R$255 milhões sejam investidos no projeto, que pode gerar dois mil e 500 empregos.

 

O leilão foi arrematado pela empresa Perth Recursos Minerais, que apresentou uma proposta de 1,71% em royalties em cima do faturamento bruto obtido. O presidente do Serviço Geológico, Esteves Colnago, destacou que este foi apenas o primeiro dos leilões de mineração previstos.

 

Quatro outras áreas já estão qualificadas no programa de parceria de investimento e devem ser oferecidas publicamente em breve. Carvão Candiota (RS), Fosfato de Miriri (PE/PB), Cobre de Bom Jardim (GO) e Caulim do Rio Capim (PA), mas ao todo, o serviço geológico do Brasil detém os direitos de 330 minerários, divididos em 30 blocos. Todos devem ser leiloados para exploração privada.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique