Adasa pode reduzir tarifas de água para quem consumir menos

02:56 Economia, Notícias 25/11/2019 - 21h17 Brasília Embed

Gesio Passos

Os valores pagos nas contas de água no Distrito Federal irão passar por um novo cálculo após o fim do consumo mínimo. A estimativa é que 40 por cento dos consumidores consigam redução na tarifa.

 

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do DF, a ADASA, realizou nessa segunda-feira, uma audiência pública para discutir as novas tarifas para água e esgoto. Até o final da semana, a diretoria deve decidir pelas novas tarifas, que tem início previsto para janeiro de 2020.

 

Com a proposta, a Agência pretende aumentar de três mil para 70 mil o número de famílias atendidas pela tarifa social, incluindo todos os cadastrados no programa Bolsa Família. A expectativa é uma redução de 82% para famílias que consumirem até um metro cúbico por mês.

 

O Superintendente de Estudos Econômicos da Adasa, Diogo Barcellos Ferreira, dá mais detalhes da proposta.

 

A Agência Reguladora propõe uma nova tarifa fixa para consumidores cadastrados pela tarifa social, que será de R$4; para os residenciais, de R$8; outra para comércio, indústria e órgãos públicos, de R$21, e a última para uso de paisagismo, de R$31.

 

Além desses valores, será cobrada uma tarifa crescente pelo volume de consumo de água. Assim os usuários que mais gastam teriam um reajuste maior na conta como forma de estimular o uso racional.

 

Para a tarifa residencial comum, serão seis faixas de cobranças: a menor de R$2,99 para faixa de zero a sete metros cúbicos por mês; e a maior de R$23,87 para acima de 45 metros cúbicos. Importante ressaltar que é acrescido ao preço final da tarifa de água o dobro do valor correspondente ao esgotamento sanitário.

 

As residências comuns que gastarem até sete metros cúbicos por mês devem pagar cerca de R$25 na nova conta.

 

Para os que consomem 10 metros cúbicos por mês, a tarifa de água passa de R$31,40 para R$39,80.

 

A Adasa já havia recebido 760 contribuições de diversas instituições e da sociedade civil com proposta para a redefinição dos preços das tarifas. A partir destas propostas e da audiência desta segunda-feira, ela definirá o novo cálculo das contas de água.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique