Ajudado por cessão onerosa, déficit fiscal da União em 2019 tem redução de R$ 60 bilhões

02:36 Economia, Notícias 18/11/2019 - 20h56 Brasília Embed

Lucas Faria

Governo diminui déficit primário em R$ 60 bilhões. A receita extra criada pela venda da cessão onerosa permitiu a queda da dívida pública em 2019.


O anúncio foi feito pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, nesta terça feira, onde foi entregue um relatório de avaliação sobre as receitas e despesas do governo durante o ano.


Os ministros declararam a redução da dívida de R$ 139 bilhões para R$ 80 bilhões. O resultado permitiu o descontingenciamento de R$ 29,6 bilhões das contas do Estado.


A medida permite que os ministérios tenham mais fôlego no orçamento para executar novas políticas públicas.


Para o ministro da Economia, Paulo Guedes, o governo cumpre com a política de manter as contas equilibradas.


Já o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que as medidas tomadas pelo governo, entre elas o pacto federativo e a reforma da Previdência, possibilitaram a estabilização da queda da economia.


Lorenzoni declarou que o corte de despesas foi essencial para o desempenho positivo do governo.


Agora, a expectativa do governo é receber a primeira parcela da venda da cessão onerosa. No dia 27 de dezembro, a Petrobras irá transferir R$ 35 bilhões correspondentes às vendas dos blocos de petróleo de Búzios e Itapu.


Na divisão, definida pelas regras do leilão, a União tem direito a R$ 23 bilhões, e os municípios, a R$ 12 bilhões.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique