Começa produção de petróleo e gás natural na bacia de Santos

01:49 Economia, Notícias 15/11/2019 - 09h42 Rio de Janeiro Embed

Cynthia Cruz

A Plataforma P-68 iniciou nessa quinta-feira a produção de petróleo e gás natural do campo de Berbigão, na camada do pré-sal da Bacia de Santos.

 

De acordo com a Petrobras, a P-68 é a quarta unidade a entrar em operação neste ano, depois da P-67, no campo de Lula, e da P-76 e  P-77, no campo de Búzios, em linha com o Plano de Negócios e Gestão da empresa.

 

Com capacidade para processar diariamente até 150 mil barris de óleo e comprimir até seis milhões de metros cúbicos de gás natural, a P-68 contribuirá para o crescimento da produção da Petrobras, principalmente em 2020, com a interligação de novos poços do campo de Berbigão e com a interligação de poços do campo de Sururu.

 

A plataforma, do tipo FPSO (unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo e gás), está localizada a aproximadamente 230 quilômetros da costa do estado do Rio de Janeiro, em profundidade de água de dois mil e 280 metros. O projeto prevê a interligação de 10 poços produtores e sete poços injetores à P-68.

 

O escoamento da produção de petróleo será feito por navios aliviadores, enquanto a produção de gás será escoada pelas rotas de gasodutos do pré-sal.

 

A Petrobras possui 42,5% na concessão que abriga os campos de Berbigão e Sururu, sendo o restante de Shell Brasil (25%), Total do Brasil (22,5%) e Petrogal Brasil (10%).

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique