Governo de Rondônia cancela vacinação contra aftosa em 2020

01:59 Economia, Notícias 09/12/2019 - 19h19 Brasília Embed

Renata Martins

Pecuaristas de Rondônia não serão mais obrigados a vacinar rebanhos de bovinos e bubalinos contra a febre aftosa.

 

O estado não vai mais vacinar contra a febre aftosa. O anúncio é do Governo do Estado e a decisão pela suspensão da vacina foi justificada pelo fato de Rondônia estar há 20 anos sem registro da doença.

 

A campanha que se encerrou em novembro foi a última vacinação, no estado. A próxima campanha, que seria em abril e maio de 2020, não vai acontecer.

 

A Idaron, Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril de Rondônia, ainda vai adotar estratégias para a efetiva retirada da vacina.

 

Entre elas, ações de bloqueio relacionadas ao rebanho no estado vizinho, o Acre, que ainda não está pronto para a suspensão da vacina, relata Walter Cartaxo, coordenador técnico da Idaron.

 

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento destaca que a suspensão da vacinação depende de autorização e que a solicitação do governo de Rondônia será analisada.

 

A próxima meta do estado é conseguir a chancela da OIE, a Organização Mundial da Saúde Animal, para disputar novos mercados para a carne bovina de Rondônia, com as atenções voltadas às exportações a países europeus e asiáticos.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique