Governo publica atualização de valores para piso mínimo do frete de caminhoneiros

01:35 Economia, Notícias 16/01/2020 - 15h15 Brasília Embed

Lucas Pordeus Leon

Uma nova resolução publicada nesta quinta-feira (16) no Diário Oficial da União atualiza valores para o pagamento do piso mínimo do frete de transporte de cargas.

 

A Agência Nacional de Transporte Terrestres, a ANTT, tem que atualizar os valores do custo do frete a cada seis meses. Na nova resolução, foram incluídos custos com diárias e alimentação, como explicou o assessor jurídico da CNTA, a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos, Cleverson Kaimoto.

 

A nova resolução traz ainda uma nova categoria de carga, que é a carga a granel, como transporte de cal, cimento e farinha, que tem uma condição de descarga diferente. Contudo, o representante da CNTA diz que a medida não garante o cumprimento do piso.

 

O piso mínimo é apontado pela categoria como principal vitória após a greve dos caminhoneiros de maio de 2018. Organizações patronais, como as Confederações da Indústria e da Agricultura, são contra o piso mínimo e questionaram a nova lei no Supremo. A corte marcou o julgamento para o dia 19 de fevereiro. O relator é o ministro Luiz Fux.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique