Protesto contra reajuste das tarifas do transporte público termina em confusão em São Paulo

01:59 Economia, Notícias 08/01/2020 - 12h09 Brasília Embed

Dayana Vítor

Este foi o primeiro ato do ano contra o reajuste de tarifas do transporte público em São Paulo.

 

O protesto contra o aumento de dez centavos nas passagens de ônibus em São Paulo que passaram de quatro reais e trinta centavos  para quatro e quarenta, terminou em confusão na noite dessa terça-feira.

 

Os manifestantes do Movimento Passe Livre entraram em confronto com policiais militares na estação Trianon Masp do Metrô, no momento que tentavam se abrigar no local, devido à uma forte chuva. Não houve feridos.

 

O ato foi convocado pelo movimento passe livre que ficou conhecido pelas manifestações que acabaram espalhando pelo país inteiro em junho de 2013. A manifestação começou em frente à prefeitura de São Paulo e  foi até o centro da capital  seguindo até chegar a Avenida Paulista.

 

Mas, além do reajuste da tarifa este ano, eles também criticavam a nova licitação feita pela prefeitura que vai resultar no corte de mais de 200 linhas de ônibus e a redução de veículos circulando, como explicou a integrante do movimento passe livre Vitória Guilhermina.

 

Em nota, a prefeitura de São Paulo informou que as manifestações são direito assegurado pela democracia. E acrescentou  que o novo valor da tarifa está abaixo da inflação oficial para o ano.

 

 

* Com informações de Eliane Gonçalves, de São Paulo

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique