PIB brasileiro cresce 1,2% em 2019, diz FGV

01:51 Economia, Notícias 18/02/2020 - 16h25 Rio de Janeiro Embed

Tâmara Freire

O Produto Interno Bruto brasileiro cresceu 1,2% em 2019, de acordo com o Monitor do PIB da Fundação Getulio Vargas. Isso quer dizer que a soma de todos os bens e serviços produzidos no país alcançou a cifra de aproximadamente R$ 7,217 trilhões.


Mas, apesar de crescer pelo terceiro ano consecutivo, os resultados ainda não foram suficientemente expressivos para retornarem ao patamar anterior à crise, e ainda está abaixo dos valores obtidos em 2013 e 2014.


Para os pesquisadores da FGV, isso mostra que a recuperação econômica ainda ocorre em ritmo lento.


Sob a ótica da demanda, o crescimento decorre do aumento em 2,7% nos investimentos, mas que ainda está abaixo dos resultados obtidos entre 2010 e 2015; e principalmente graças ao avanço de 1,8% no consumo das famílias, que já mostra uma retomada mais robusta, com o resultado inferior apenas ao ano de 2014.


Já sob a ótica da produção, todos os três grandes setores cresceram: a indústria, com avanço de 1,5%; os serviços, com 1,3%; e a agropecuária, com resultado positivo mais modesto, de 0,5%.


O monitor mostra ainda que a balança comercial teve de 2,2% nas exportações, refletindo o recuo de quase todos os seus componentes, com destaque para os bens de capital, que caíram 21%, e os bens de consumo durável, com retração de mais de 18%.


Por outro lado, as importações cresceram 1,4%, puxadas pela compra de bem intermediários e de produtos agropecuários.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique