Sindicato cobra salários dos prestadores de serviços de secretaria do DF

01:21 Educação, Notícias 12/12/2016 - 14h53 Brasília Embed

Anna Luisa Praser

Os trabalhadores de conservação e limpeza, vigilantes e merendeiras que prestam serviços para a Secretaria de Educação do GDF permanecem sem salários. A informação foi dada pela central sindical que representa a categoria, o Sindiserviços.

 

De acordo com o sindicato, o governo do Distrito Federal pediu até o dia 14 de dezembro para efetuar o repasse.  A central sindical teme ainda que o décimo terceiro salário também não seja pago, já que o governo alega dificuldades financeiras para honrar os contratos. A remuneração deve ser depositada até o dia 19 de dezembro.

 

Em resposta, a Secretaria de Educação voltou a esclarecer que se encontra em dia com os serviços contratados e que aguarda liberação financeira da Secretaria de Fazenda para quitar o mês de outubro e iniciar os pagamentos de novembro. A pasta explicou ainda mas que possui prazo previso em contrato, de até 60 dias, para fazer o repasse referente a cada mês vencido.

 

Ainda de acordo com a secretaria, os débitos relativos a salários e encargos trabalhistas são de responsabilidade direta das contratadas.

 

Já a Secretaria de Fazenda informou que o trâmite de aprovação de recursos é puramente administrativo e que não tem conhecimento ou participação nos contratos e nem na destinação dada ao recurso depois de liberado.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique