Série especial debate acesso à educação no Distrito Federal

03:30 Educação, Especiais 10/02/2017 - 16h49 Brasília Embed

Locução: Anna Luisa Praser / Reportagem: Kariane Costa e Anna Luisa Praser / Sonoplastia: Gabriel Pinheiro

Confira a primeira reportagem (de um total de três) da série especial sobre a situação do ensino e do direito à educação no Distrito Federal. Esta é uma produção do Radiojornalismo da EBC

 

***

 

Oito dias na fila para conseguir vaga na escola perto de casa. Esse foi o tempo que Dione Nascimento teve que dormir na porta da escola com toda a família. Já Eudirene Nascimento não teve a mesma sorte. Ela dormiu três dias na fila e não conseguiu matricular o filho.

 

 

Segundo a Secretaria de Educação, o Distrito Federal conta com 667 escolas e atende cerca de 460 mil alunos. Destes, 6.842 são crianças que moram no entorno e estão matriculadas em instituições de ensino do DF.


Atualmente, o número de escolas não têm sido suficiente para atender as demandas, como o acolhimento de alunos que moram nos arredores de Brasília e demais regiões administrativas e o surgimento de novos bairros.

 

O secretário de Educação, Júlio Gregório Filho, admite a falta de planejamento. Mas para a promotora do Ministério Público, Kátia Vergara, o problema é outro: a falta de investimento.

 

Longe de ser a solução dos problemas, três novas escolas estão sendo construídas em Samambaia, Sobradinho e Núcleo Bandeirante. A promessa é que sejam entregues ainda no primeiro semestre de 2017.

 

Sem saída, Janete Bispo e Maria Cristina lamentam a situação.

 

Alunos dos ensinos infantil, fundamental e médio que conseguirem vaga longe de casa e não tiverem acesso ao transporte público do Distrito Federal podem pedir transporte escolar gratuito, oferecido pela Secretaria de Educação. Aqueles que possuem acesso às linhas de ônibus regulares têm direito ao Passe Livre estudantil.