Aprovação no Enem com mais de 450 pontos deixa de valer como certificado

02:01 Educação, Notícias 12/03/2017 - 17h21 Brasília Embed

Rosemary Cavalcanti

O ENEM, Exame Nacional do Ensino Médio, deixará de certificar o ensino médio a partir de agora e valerá apenas como prova de seleção para o ensino superior. O anúncio foi feito pelo Ministério da Educação.

 

Até o ano passado, os estudantes com mais de 18 anos podiam usar o desempenho no Enem para receber o diploma do ensino médio.

 

Para isso precisavam alcançar pelo menos 450 pontos em cada uma das áreas de conhecimento das provas e nota acima de 500 pontos na redação.

 

Cerca de 11% dos inscritos conseguiam esse resultado anualmente e obtinham a certificação.

 

Agora, isso será feito exclusivamente pelo ENCCEJA, o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos, aplicado atualmente no Brasil e no exterior.

 

A pasta também decidiu pelo fim da divulgação do Enem por escola, que até o ano passado era divulgado no segundo semestre do ano seguinte à aplicação do exame.

 

A intenção era que as escolas tivessem acesso às informações sobre a atuação dos estudantes nas provas do Enem e pudessem reforçar o ensino em determinados conteúdos.

 

As escolas podiam conhecer as médias de qualificação dos candidatos, assim como a porcentagem de estudantes participantes e o desempenho deles em cada uma das provas.

 

Para medir a qualidade das escolas, a pasta passará então, a partir deste ano, a usar o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica.

 

Agora, todas as escolas públicas e privadas, que ofereçam ensino médio, serão avaliadas.

 

Até o ano passado, a avaliação da etapa era feita por amostragem, ou seja, apenas alguns alunos faziam o exame.

 

Com informações da Agência Brasil