Polícia Militar usa bombas e spray de pimenta para dispersar protesto na USP

01:48 Educação, Notícias 08/03/2017 - 01h51 Brasília Embed

Eliane Gonçalves

Estudantes, professores e funcionários que organizaram protesto contra a reitoria da USP - Universidade de São Paulo - foram dispersardos com bombas de gás lacrimogênio e spray de pimenta. A Secretaria de Segurança Pública informou que cinco pessoas foram detidas e que agiu a pedido da universidade, para garantir a entrada dos conselheiros da USP.

 

Em torno de 17 pessoas foram presas e os professores relatam que várias pessoas ficaram feridas. A informação sobre feridos não foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública.

 

O ato foi chamado pra pedir a retirada da pauta do Conselho Universitário de proposta de teto de gastos para a universidade, com congelamento de salários e demissão de cinco mil funcionários. 

 

organizadores do protesto calculam que mil pessoas participaram do ato. Já a reitoria da USP estima 200 pessoas.