UERJ pode não voltar às aulas em agosto; salários e bolsas estão atrasados há três meses

02:55 Educação, Notícias 22/07/2017 - 23h31 Rio de Janeiro Embed

Fabiana Sampaio

O reitor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Ruy Garcia Marques, afirmou que não sabe se a instituição tem condições de voltar as aulas em agosto.

 

Além do atraso de quase três meses nos salários dos servidores e nas bolsas dos estudantes e docentes, os restaurantes universitários estão fechados.

 

A Associação dos Docentes da UERJ decidiu em assembleia iniciar uma greve a partir de 1º de agosto.

 

Marques participou nesta sexta-feira (21) de reunião da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais, Abruem.

 

Essa é a primeira vez que a reunião administrativa da associação, que tem 45 instituições de ensino superior afiliadas, é realizada fora da sede em Brasília.

 

A escolha se deu justamente em função da situação crítica pela qual passam as universidades do Rio de Janeiro. Além da UERJ, a Uenf, Universidade Estadual do Norte Fluminense e a UEZO, Centro Universitário da Zona Oeste, também enfrentam dificuldades dificuldades em razão da crise financeira no estado.

 

De acordo com o reitor, se não houver uma tentativa de regularização dos salários nas próximas semanas, vai ficar difícil retomar as aulas.

 

Marques disse que a UERJ tenta fazer uma licitação para o restaurante universitário, mas não há interessados. Nenhuma das empresas contatadas quis participar do processo.

 

O presidente da Abruem, Aldo Nelson Bona, reitor da Unicentro, Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná, disse que a crise das universidades estaduais do Rio de Janeiro é a mais grave enfrentada por instituições públicas de ensino superior do país.

 

Para o economista Mauro Osório, a solução para a UERJ é a mesma para a crise do estado, e passa pelo acordo com o governo federal.

 

A UERJ, que está em recesso neste mês, ainda não começou sequer o primeiro semestre de 2017.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique