Na Trilha da História: Santos Dumont, a trajetória do homem responsável pela era da navegação aérea

06:01 Educação, Programetes 28/10/2017 - 08h01 Brasília Embed

Apresentação Isabela Azevedo

Olá! Eu sou a Isabela Azevedo e começa agora mais um Na Trilha da História! Hoje, vamos bater um papo sobre um dos mais importantes personagens brasileiros: Santos Dumont, o pai da aviação! Nosso entrevistado é o físico Henrique Lins de Barros, doutor em física pelo Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) e autor de livros e publicações como Alberto Santos Dumont, Santos Dumont e a invenção do voo e Santos Dumont: o homem voa!". Henrique, conta um pouco pra gente sobre a infância de Santos Dumont!

 

Sonora: “Santos Dumont nasceu em 1976, em Minas Gerais. A infância dele foi muito curta e, depois, a família migrou, passou pelo Rio de Janeiro e, finalmente,  foi para perto de Ribeirão Preto, onde o pai começou uma fazenda de café inovadora. Essa fazenda era mecanizada e não usava escravos e, sim, imigrantes. Nessa fazenda, Santos Dumont aprendeu a lidar com máquinas, locomotivas."

 

Em 1892, com 19 anos de idade, Santos Dumont seguiu o conselho paterno e partiu para a França em busca de um professor que lhe ensinasse matérias como física, química e eletricidade.

 

Sonora: “E o pai dele é muito claro e diz: não se faça doutor. Faça-se homem numa cidade como Paris, que era uma cidade que estava acontecendo, século XX estava começando, enormes descobertas acontecendo..."

 

Seis anos depois de iniciados os estudos, Santos Dumont apresenta à sociedade parisiense um balão de hidrogênio chamado Brasil. Nos anos seguintes, ele se dedica à construção de dirigíveis. Sofre vários acidentes, até que, em 19 de outubro de 1901, ele consegue fazer um voo em um dirigível ao redor da Torre Eiffel, em Paris.

 

Sonora: “Ele estava competindo a um prêmio. Um magnata do petróleo instituiu um prêmio para quem contornasse a Torre Eiffel. Mas, em 19 de outubro, ele consegue contornar a Torre Eiffel e ganha o prêmio de 100 mil francos e mais juros."

 

O primeiro avião veio alguns anos depois: em 1906. No dia 12 de novembro daquele ano, Santos Dumont exibia o 14 BIS, o primeiro aparelho a fazer um voo completo: decolando, voando e pousando sem ajuda de qualquer outra ferramenta.

 

Sonora: “É um avião que tem o leme na frente, a asa atrás. Ele corre na grama, levanta voo, o avião ganha sustentação. O primeiro voo com dois, três metros de altura."

 

Santos Dumont começou a participar de conferências internacionais sobre aviação e demonstrou preocupação com o uso dos aviões em operações militares. O invento foi utilizado, por exemplo, na Primeira Guerra Mundial.

 

Sonora: “Santos Dumont estava oscilando entre uma certa euforia e depressão. Com a Primeira Guerra Mundial que ocorre na França, Santos Dumont fica deprimido."

 

No início da década de 30, Alberto Santos Dumont lidava com sintomas da esclerose múltipla e da depressão. E, em 1932, ele se suicida, deixando para o mundo um das maiores invenções do século XX.

 

Sonora: “A era da navegação aérea, que começa no século XX, é um invenção de Santos Dumont. Você fazer um voo daqui para a Europa em 10 horas seria impensável. No início do século, você levava vários dias para chegar de navio."

 

Esta foi a versão reduzida do Na Trilha da História. O episódio completo tem 55 minutos e traz, além da entrevista na íntegra com o físico Henrique Lins de Barros, músicas que tem tudo a ver com Santos Dumont e o avião! Para ouvir, acesse: radios.ebc.com.br/natrilhadahistoria. E se você quiser entrar em contato com a gente, nosso e-mail é culturaearte@ebc.com.br. Até semana que vem, pessoal!

 

 

Na Trilha da História: Apresenta temas da história do Brasil e do mundo de forma descontraída, privilegiando a participação de pesquisadores e testemunhas de importantes acontecimentos. Os episódios são marcados por curiosidades raramente ensinadas em sala de aula. É publicado semanalmente. Acesse aqui as edições anteriores.