Cármen Lúcia suspende obrigação de pagamento do piso para professores do estado do Pará

02:32 Educação, Notícias 26/06/2018 - 10h31 Brasília Embed

Renata Martins

A ministra Cármen Lúcia atendeu pedido do Governo do Pará e suspende obrigação de pagamento do Piso Nacional para professores do estado. A categoria pode retomar greve. 

 

O pagamento de um valor mínimo para os professores é lei desde 2008. O piso nacional do magistério é atualmente R$ 2.455,35 , para jornada de 40 horas semanais.

 

O Professor Classe I da rede pública estadual tem vencimento-base de pouco mais de R$1,4 mil. Porém, o governo paraense alega que paga aos professores estaduais uma gratificação de escolaridade, que eleva o valor do vencimento-base para quase R$ 3,8 mil.

 

Na decisão, divulgada nesta segunda-feira (25) pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia aceitou o argumento do estado por considerar que o recebimento de gratificação permanente para todos os professores torna sua remuneração superior ao patamar nacional. Além disso, a presidente reconheceu a grave lesão à economia pública do Pará, devido ao impacto superior a R$ 840 milhões referente a gasto com pessoal.


A medida suspendeu dois mandados de segurança concedidos pelo Tribunal de Justiça do Pará em favor da categoria.

 

Mauro Borges, secretário-geral do Sintepp - Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará afirma que a entidade vai recorrer.

 

Segundo o sindicalista, o piso que não é pago desde 2015. Em 2018, os professores do Pará passaram 43 dias parados. A paralisação foi suspensa dia 13 deste mês. Mauro Borges não afasta a possibilidades de nova greve.


Na decisão, Cármen Lúcia, também suspendeu o pagamento de multa estabelecida pela justiça estadual de mil reais por dia por cada professor.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique