Entidades estrangeiras assinam documento contra o projeto Escola Sem Partido

01:05 Educação, Notícias 25/11/2018 - 16h40 Brasília Embed

Lucas Pordeus Leon

Representantes de organizações educacionais de 87 países assinaram uma moção contra a censura a professores. O documento foi apresentado durante a sexta Assembleia Mundial da Companha Global pela Educação, que ocorreu neste mês  de novembro, no Nepal.

 

A manifestação destaca o movimento Escola sem Partido como um dos projetos que incentivam a censura de professores. Cita também a campanha do partido de extrema-direita Alternativa para Alemanha, que promove uma campanha para que estudantes filmem as aulas.

 

As entidades internacionais pedem que os Estados resistam a estas tendências consideradas por eles de regressivas. O documento defende ainda que a educação deve ser pública, gratuita, laica, inclusiva e de qualidade, capaz de promover a cidadania.


Em discussão no Congresso Nacional, o projeto apelidado de Escola sem Partido diz que professores não podem cooptar alunos para nenhuma corrente política ou ideológica.

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.