Associação de especialistas do sono defende que escolas de ensino médio comecem aulas mais tarde

02:25 Educação, Notícias 10/09/2019 - 17h56 Brasília Embed

Dayana Vitor

Pode parecer preguiça, mas não é. Os adolescentes precisam dormir mais que os adultos, entre nove e dez horas por noite. Além disso, neles, o hormônio responsável por desencadear o sono é liberado mais tarde no corpo, de acordo com a Absono, Associação Brasileira de Sono. Então, a dificuldade de despertar cedo e o sono durante as primeiras aulas da manhã são questões biológicas.

 

Para que essa sonolência não atrapalhe na aprendizagem, um projeto de lei da Absono que está na Câmara dos Deputados para votação, estabelece a mudança do horário de início das aulas do ensino médio. O texto estipula que as aulas comecem as 8h30 em escolas públicas e privadas de todo o Brasil. A neurologista e presidente da associação, Andrea Barcelar, explica a iniciativa.

 

“Agora a associação está tentando na Câmara que essa ideia seja abraçada, e logicamente as escolas tentem se adequar e tenham um tempo para esse ajuste de horário. Porque existe uma carga horária necessária pelo MEC para ser cumprida no ano”.

 

O estudante do ensino médio de uma escola particular do Distrito Federal, Diego Aguiar, é um típico adolescente que sofre com o início das aulas as sete e quinze da manhã.

 

“Acabo dormindo 23h, 23h30, porque o que eu faço durante o dia, futebol e outras atividades extracurriculares, acaba 21h30. Até chegar em casa, começar a me preparar para dormir, já passou de 22h. E para acordar antes de 7h20 eu tenho que dormir mais ou menos 22h, eu não consigo”.

 

O sono dos adolescentes que dormem menos do que nove horas por noite provoca alterações no humor, irritabilidade, ganho de peso, ausência de atividade física e pode levar até à depressão, segundo a Absono.

 

Nos Estados Unidos e alguns países europeus, os adolescentes não cochilam nas aulas com tanta frequência quanto no Brasil, porque lá, as classes do ensino médio já começam as oito e meia da manhã.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique