Unicef: campanha da universidade de RR quer manter crianças venezuelanas na escola

01:47 Educação, Notícias 18/09/2019 - 09h55 Brasília Embed

Daniel Costa

Dados divulgados pelo Unicef, o Fundo das Nações Unidas para a Infância, apontam que até julho deste ano, cerca de 2,3 milhões de crianças venezuelanas precisavam de assistência humanitária nas áreas da educação e saúde. O número equivale a um terço da quantidade de crianças que vivem na Venezuela.

 

Para ajudar na permanência desse público na escola, o Grupo de Estudo Interdisciplinar de Fronteiras, da Universidade Federal de Roraima, em parceria com o site Somos Imigrantes, criou a campanha “Doe aqui, ajude lá”.

 

A iniciativa objetiva arrecadar materiais escolares que, ao final da campanha, serão enviados aos estudantes da rede pública de ensino da Venezuela.

 

De acordo com uma das idealizadoras do projeto, a professora Márcia Oliveira, muitas famílias venezuelanas acabam migrando para o Brasil por não conseguirem manter as crianças na escola. A expectativa, com a campanha, é que os menores não tenham que interromper os estudos.

 

Lápis, apontadores, cadernos, mochilas. A lista de materiais é grande e o prazo para quem quer ajudar está curto.

 

As arrecadações serão recebidas até esta sexta-feira (20), na Universidade Federal de Roraima, em Boa Vista.

 

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (95) 98105 – 0879.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique