Na disputa pelo pódio nos Jogos Mundiais Militares, o maior obstáculo do Brasil é a China

02:29 Esporte, Notícias 25/10/2019 - 21h05 Wuhan (China) Embed

Igor Santos

Bia Ferreira chegou como grande nome do boxe brasileiro nos Jogos Mundiais Militares de Wuhan, na China. Afinal, há menos de duas semanas, conquistou o Mundial da Rússia. Aos 26 anos ela atingiu o auge da carreira.

 

“Eu cheguei na seleção bem crua. Agora estou desenvolvendo bastante técnica, aprendi muito. Estou amadurecendo”.

 

O amadurecimento aparece nas 25 medalhas nas últimas 26 competições que ela disputou. Na China veio mais uma, e poderia ter sido de ouro. Na final contra a chinesa Zichun Xu, Bia chegou a comemorar quando a luta terminou, mas os árbitros deram a vitória para a atleta da casa. A comissão técnica enviou recurso, mas o resultado foi mantido.

 

Mais informações com Igor Santos.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique