Em incentivo ao isolamento de torcedores, Atlético-MG comemora 112 anos com "hinaço" nas janelas

02:52 Esporte, Notícias 25/03/2020 - 17h01 Rio de Janeiro Embed

Maurício Costa

O Atlético-MG comemora nesta quarta-feira o aniversário de 112 anos. Entretanto, com a pandemia do coronavírus, a data vai ser lembrada com algumas restrições. Nada de jogo festivo, show com artistas famosos ou promoção para partidas da equipe. O Galo utilizou as redes sociais para convocar a torcida atleticana a vibrar de uma maneira diferente: às 20h13 desta quarta-feira teremos o “hinaço” do time.

 

A convocação pede para que o torcedor vista a camisa alvinegra, dirija-se à janela e cante a plenos pulmões o hino do Atlético, ou utilize som mecânico, instrumento musical ou até megafone. O horário de 20h13 lembra o ano da conquista da Libertadores da América, em 2013.

 

Além do aniversário, o atleticano pode ter outro motivo para comemorar. Durante o período de confinamento devido à pandemia de coronavírus, a TV Galo, canal oficial do clube no Youtube, vem fazendo algumas entrevistas com jogadores e dirigentes. A última foi com o diretor de futebol Alexandre Mattos. Questionado sobre contratações, Mattos respondeu.

 

“Cada dia eu vejo um jogo do Atlético dos últimos seis meses e o elenco não modificou tanto. Estou em contatos diários com o Sampaoli, hoje mesmo acordei com ele me ligando. Ele é muito intenso, é assim dentro e fora de campo. Tem uma ideia clara [de contratações], o Sampaoli já nos passou a ideia dele e obviamente que a gente faz o que é melhor para o Atlético, sempre. Estamos no tempo ainda de entender tudo o que vai acontecer, obviamente em contatos, já pensando em possibilidades. São possibilidades importantes e pra isso a gente precisa entender o que vai acontecer no nosso cenário de futebol, de finanças, de tudo, para que a gente trabalhe sempre dentro daquilo que o nosso presidente designou de orçamento”.

 

Alexandre Mattos também revelou se a paralisação ajuda ou atrapalha o planejamento do time.

 

“É difícil dizer isso agora porque a gente não sabe o tamanho da pausa. Ela pode ser longa ou curta. A gente precisa entender isso e a gente não tem uma noção ainda do que vai enfrentar. A verdade é que estamos parados e parado não é bom. O Sampaoli estava começando a colocar suas ideias e a gente teve que parar, obviamente por um motivo justo. Então a gente está tentando encontrar um caminho para fazer o planejamento fora de campo e ter tempo quando voltar para que o Sampaoli coloque em prática aquilo que ele sabe muito bem fazer”.

 

Enquanto o Atlético não entra em campo e não define as contratações, o torcedor do Galo, por enquanto, faz a festa da janela de casa.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique