Operação prende 80 pessoas por garimpo ilegal em terra indígena Yanomami

01:47 Geral, Notícias 02/12/2014 - 14h58 Brasília Embed

Graziele Bezerra

Oitenta pessoas foram presas acusadas de garimpo ilegal na terra indígena Yanomami, no nordeste de Roraima.

 

De acordo com o comandante geral da Polícia Militar do Estado, Dagoberto Gonçalves, mais de 300 garimpeiros estão espalhados no interior da reserva indígena e são responsáveis por uma série de ilícitos ambientais na região.

 

O comandante Dagoberto afirma também a ocorrência de contrabando e tráfico de drogas. Além disso, prostituição e trabalho análogo ao de escravo.

 

A operação Korekorema II é uma atuação conjunta da Funai e da polícia ambiental do estado. Foi deflagrada no último dia 27 de novembro, depois que a Funai identificou a presença de 40 dragas de mineração irregular dentro da terra indígena, na comunidade Waikai.

 

A Polícia Militar deve permanecer na região até o final deste mês.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique