Especialista defende combate às causas da violência ao invés de aumento de pena

02:31 Geral, Notícias 03/04/2015 - 09h22 Brasília Embed

Lucas Pordeus Leon

A Câmara dos Deputados tem aprovado recentemente uma série de projetos relacionados à segurança pública. Todos endurecendo as penas contra determinados crimes.

 

Entre os projetos, tem o que aumenta a pena para crimes cometidos contra policiais e agentes da segurança. Outro que endurece as punições para quem usar dinamite para explodir caixas eletrônicos.

 

Tem ainda o que aumenta a pena para estelionato contra idosos e para corrupção ou aliciamento de menores de 18 anos. Além da polêmica aprovação pela Comissão de Constituição e Justiça da redução da maioridade penal de 18 para 16 anos.

 

O professor da Fundação Getúlio Vargas e membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Rafael Alcadipani, acredita que é preciso atacar as causas da violência.

 

Sonora

 

O secretário de Segurança do Distrito Federal, Arthur Trindade, ressalta que é mais eficiente mudar a forma de trabalho das polícias.

 

Sonora

 

Muitos desses projetos, como sofreram alterações, ainda devem passar pelo Senado. A redução da maioridade penal, por se trata de uma mudança na Constituição, tem que ser apreciada por uma comissão especial. Depois, ser aprovada em dois turnos, na Câmara e no Senado, por pelo menos três quintos do número total de parlamentares. Ou seja, na Câmara, é preciso a aprovação de 308 dos 513 deputados.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique