Empregados da UFRJ dizem que não receberam salário integral

01:41 Geral, Notícias 26/05/2015 - 14h09 Rio de Janeiro Embed

Raquel Júnia

Apesar do compromisso de pagamento em dia dos salários dos terceirizados que atuam na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), uma representante dos empregados afirmou nesta segunda-feira (25) que o depósito não foi feito de forma integral. Faltaram, segundo a vice-presidente da Associação dos Trabalhadores Terceirizados da UFRJ, Terezinha da Costa, os valores referentes aos auxílios transporte e refeição. 

 

Em audiência realizada no último dia 21, entre o Ministério Público do Trabalho no Rio, a empresa Qualitécnica e a universidade, ficou firmado o pagamento dos salários de cerca de 1.200 terceirizados que atuam sobretudo na área de limpeza. 

 

O atraso vem ocorrendo, segundo o Ministério Público, desde o final de 2014, o que levou a paralisação dos empregados e a consequente suspensão das atividades acadêmicas. 

 

Por nota, a UFRJ informou que as unidades retornaram às atividades nesta segunda-feira. De acordo com a universidade, o termo de ajustamento de conduta assinado pela empresa exige o pagamento em dia dos salários e, caso isso não ocorra, autoriza a UFRJ a encontrar meios para efetuar o pagamento direto aos profissionais terceirizados. 

 

Ainda segundo a nota, a empresa vai analisar caso a caso as reclamações dos empregados que alegam ter recebido menos que mereciam por auxílio transporte e alimentação. A reportagem entrou em contato com a empresa Qualitécnica, que até o fechamento desta matéria não se pronunciou sobre o assunto.