Funcionários protestam contra privatização do setor elétrico

02:01 Geral, Notícias 12/01/2016 - 16h05 Brasília Embed

Danyele Soares

Cerca de 350 funcionários de distribuidoras de energia elétrica se reuniram em frente ao Palácio do Planalto para protestar contra a privatização de companhias. O ato foi acompanhado pela Polícia Militar e concentrou trabalhadores de estados como Goiás, Amazonas e Piauí.

 

A Eletrobrás – Centrais Elétricas Brasileiras - estuda vender o controle acionário das empresas elétricas de Alagoas, Acre, Piauí, Rondônia, Roraima, Goiás e Amazonas. E o processo de desestatização da CELG – Companhia Energética de Goiás – já está definido.

 

Para Vagner Vilela Junior, representante dos funcionários da CELG, a privatização é contrária ao interesse público.

 

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas do Amazonas, Edinei Martins, explica que os manifestantes defendem um projeto que prevê a criação de uma holding com as distribuidoras do setor elétrico, que é uma companhia que controla outras empresas menores.

 

De acordo com os sindicalistas, os trabalhadores fazem um novo ato contra as privatizações no próximo dia 27.

 

Os manifestantes foram recebidos por representantes do governo, mas até o fechamento desta reportagem não obtivemos retorno do Palácio do Planalto sobre o que foi tratado na reunião.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique