Rio cancela contrato com consórcio responsável por estádio de tênis

02:31 Geral, Notícias 14/01/2016 - 19h21 Rio de Janeiro Embed

Joana Moscatelli

A prefeitura do Rio de Janeiro publicou nesta quinta-feira (14) no Diário Oficial o cancelamento do contrato com o consórcio Ibeg/ Tangran/ Damiani, responsável pela construção do Estádio de Tênis do Complexo Olímpico da Barra, na Zona Oeste da cidade.

 

Em nota, a Riourbe, empresa municipal de urbanização informou que rompeu o contrato após verificar regressão da produtividade, atrasos e o não cumprimento de cláusulas contratuais e trabalhistas. De acordo com o prefeito Eduardo Paes, o grupo empresarial usou os trabalhadores para fazer chantagem com o governo.

 

Em dezembro de 2015, 356 trabalhadores foram demitidos pelo consórcio sem o pagamento das verbas rescisórias. Após protestos dos funcionários, a prefeitura decidiu na última terça-feira assumir a dívida com os trabalhadores. Já o advogado do consórcio, José Eduardo Junqueira Ferraz, alega que há um desacordo financeiro entre as empresas e a prefeitura, que teria atrasado pagamentos referentes a obras realizadas.

 

O consórcio entrou com ação judicial para suspender o cancelamento do contrato. Além de rompimento do contrato, a prefeitura também aplicou ao consórcio uma multa de R$ 11 milhões. De acordo com a Riourbe, não há atraso de repasse ou resto a pagar ao consórcio. Ainda segundo a Riourbe, a licitação de Centro de Tênis não teve segundo lugar e uma nova empresa vai ser contratada para finalizar o estádio que já tem 90% das obras concluídas.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique