Instituto ambiental multa mineradoras no Amapá

01:23 Geral, Notícias 16/03/2016 - 11h58 Brasília Embed

Michelle Moreira

Três mineradoras, no estado do Amapá, foram multadas além de terem as atividades suspensas por descumprimento de condicionantes nas licenças ambientais. As empresas são a Zamin Amapá, a Mineração Vila Nova e Beadell.


As empresas foram autuadas durante operação do Instituto do Meio Ambiente e de Ordenamento Territorial do Amapá (Imap).


Na visita aos empreendimentos, o órgão verificou se estavam sendo cumpridos todos os critérios para a concessão da licença, além de inspecionarem as barragens de rejeito, estruturas específicas para armazenar resíduos de mineração.


No caso das empresas citadas não foram encontradas irregularidades nesses barramentos, mas em outras condicionantes.


As mineradoras Vila Nova, no município de Marzagão, e Zamin, em Santana, receberam multa de R$ 4 milhões por descumprimento de medidas impostas em cinco licenças ambientais. Já a Beadell foi responsabilizada por degradação ambiental e a multa ultrapassou R$ 5 milhões.


As empresas têm dez dias para apresentar defesa junto a assessoria jurídica do Imap.


Até o fechamento desta edição, a reportagem não conseguiu contato com a Zamin Amapá, a Mineração Vila Nova e Beadell.