Nivel do Rio Solimões passa de 12 metros e deixa municípios em alerta

02:19 Geral, Notícias 15/04/2016 - 14h33 Brasília Embed

Graziele Bezerra

O Rio Solimões está 31 centímetros acima da cota de alerta. De acordo com o Centro de Monitoramento Ambiental da Defesa Civil do Amazonas, a cota de alerta na região do Alto Solimões é de 11 metros e 80 centímetros, mas nesta semana atingiu  12 metros e 11 centímetros.

 

A medição foi feita na régua telemétrica de Tabatinga, que serve de referência para a região. Mesmo fora da situação de emergência, os municípios da região começam os preparativos para a subida das águas. A região só vai entrar em emergência se o rio ultrapassar a cota de 12 metros e 85 centímetros.

 

Segundo o secretário da Defesa Civil do Amazonas, Coronel Fernando Pires Júnior, a estimativa é que a calha do Rio Solimões transborde em até três semanas. Principalmente por causa do volume de chuvas na região.

 

Agentes da Defesa Civil avaliam o cenário e monitoram a situação. Em Benjamin Constant, pelo menos 13 passarelas já foram construídas. A previsão da defesa civil é que quase duas mil famílias, em 50 comunidades, sejam atingidas na área rural da cidade.

 

Já em Atalaia do Norte a Defesa Civil do município construiu oito passarelas, de maneira preventiva. Outro cenário enfrentado pelo Amazonas é a situação de emergência em municípios na região do Alto Rio Negro.

 

Desta vez, por causa da chuva abaixo da média. Presidente Figueiredo, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira e Barcelos enfrentam uma estiagem fora do comum. São quase 50 mil pessoas afetadas na região. Em Barcelos, a emergência por conta das queimadas já foi controlada.