Empresas têm 60 dias para regularizar contratação de aprendizes no Rio

02:05 Geral, Notícias 07/05/2016 - 16h35 Rio de Janeiro Embed

Tatiana Alves

Empresas do Rio de Janeiro que não cumprem a cota mínima de contratação de aprendizes, têm até 60 dias para regularizar a situação no Ministério Público do Trabalho (MPT). 

 

Aquelas que não adequarem à norma poderão ser alvo de inquérito, multa ou ação na Justiça Trabalhista.

 

As empresas de médio e grande porte são obrigadas por lei a contratar pelo menos 5% de aprendizes, que devem ter entre 14 e 23 anos de idade.

 

Para o gestor regional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil, André Vilela, o principal entrave para a entrada no mercado de trabalho é a falta de qualificação desses jovens.

 

Um emprego pode fazer a diferença na vida de alguém e garantir um futuro longe do crime.

 

Weslley Camargo viu seu irmão mais velho ser assassinado por traficantes.

 

Graças ao programa, ele trabalha em uma ótica e ajuda a família a ter uma vida melhor.

 

Nesta sexta feira (7), cerca de 300 instituições participaram de audiência  no Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

 

A iniciativa faz parte da Semana Nacional de Aprendizagem, que busca sensibilizar empregadores e a sociedade.

 

Só no município do Rio de janeiro, há cerca de 50 mil vagas de aprendizes não preenchidas.

 

A aprendizagem é um direito garantido na Constituição Federal, e também uma forma de evitar a exploração do trabalho infantil.


De acordo com dados de 2014 do IBGE, só no Rio de Janeiro há quase 92 mil crianças e adolescentes trabalhando irregularmente.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique