Viva Maria: Movimentos feministas protestam no DF contra violência sexual

10:57 Geral, Programetes 30/05/2016 - 04h00 Brasília Embed

Apresentação Mara Régia

Nesta edição, a cobertura emocionada da Primavera da Sororidade que ontem (29) reuniu mais de três mil Marias na Marcha das Flores, em Brasília. A convocação foi feita através das redes sociais por 16 entidades ligadas ao movimento feminista e ONGs que trabalham pelos direitos da criança e do adolescente.

 

O protesto teve como principal motivação o caso da jovem que foi estuprada por mais de 30 homens no Rio de Janeiro e que causou grande comoção no Brasil e no mundo a partir da divulgação de um vídeo com imagens desse estupro coletivo, que da forma mais despudorada foi publicado na internet na última quarta-feira (25).

 

A concentração da Marcha das Flores se deu no vão do Museu da República no centro da capital ao som do maior grupo de percussão feminino de Brasília: o Batalá.

 

Depois de colocar o coração das pessoas pra bater na sintonia da indignação, uma contagem regressiva deu início à caminhada.

 

A partir daí, uma sucessão de encontros, o primeiro deles com a jornalista Cristina Torres, mestra em educação humanitária que, da forma mais generosa, compartilhou seu buquê de flores comigo. Obrigada, querida. Rosas brancas e amarelas em meio a abraços e histórias bonitas, como a que a menina Beatriz, de apenas oito anos, e sua mãe a psiquiatra Kyola de Araújo Costa Vale desenvolvem em escolas do Distrito Federal junto a crianças que sofrem abuso e maus-tratos.

 

De história em história, um casal grávido se une ao movimento em nome de um mundo mais seguro, mais justo e mais feliz.

 

De repente, já na dispersão, a Marcha das Flores, 30 contra todas, é saudada por policiais com spray de pimenta em punho, em frente ao Supremo Tribunal Federal, interrompendo com violência um ato de amor e paz. No enfrentamento, a altivez e coragem de Vicenza Capone, que rompeu o cerco e as grades que impediam que os participantes da marcha se aproximassem da Deusa da Justiça, e foi a primeira a chegar aos pés de Têmis com um buquê de flores nas mãos. Vicenza foi também a primeira reprimida com gás de pimenta.

 

Pela primeira vez na história do Viva Maria nossos gravadores e máquinas fotográficas foram batizadas por esse spray que tem por finalidade despertar e amedrontar! Mal sabem que contra a resistência das mulheres não há tempero, por mais ardido que seja, capaz de nos imobilizar e de calar a nossa voz.

 

Viva Maria : Programete que aborda assuntos ligados aos direitos das mulheres e outros aspectos da questão de gênero. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique