Olimpíada Brasileira de Matemática pode ter mudanças

01:47 Geral, Notícias 25/07/2016 - 07h15 Brasília Embed

Danyele Soares

A organização da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas estuda incluir instituições particulares na disputa a partir do ano que vem.

 

A competição reúne cerca de 18 milhões de estudantes, e a expectativa é de que, com a mudança, haja um aumento de 10% no número de participantes.

 

O Coordenador da Olimpíada, Cláudio Landim, explicou que os responsáveis estão organizando a logística para a entrada dos novos candidatos, e devem fechar o plano até setembro.

 

Os custos do evento também devem subir 10%.

 

 

Atualmente, a disputa tem um orçamento de R$ 52 milhões.

 

 

O coordenador diz também que os organizadores pensam na premiação.

 

Para evitar que apenas candidatos de instituições particulares ganhem as medalhas, a Coordenação pretende aumentar a quantidade de prêmios e fazer duas categorias: uma para os selecionados de unidades particulares, e outra para os que estudam em escolas públicas.

 

 

Outro projeto que está em estudo é a inclusão dos estudantes dos 4º e 5º anos do Ensino Fundamenta na disputa.

 

Atualmente, a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas abrange candidatos do 6º ano do Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique